Posts em Destaque

Pelo menos 1.496 cidades estão em alerta ou risco para doenças do ‘Aedes’

Brasília e Recife, 29 – Doenças transmitidas por um mosquito marcaram, para sempre, a vida da família da professora Gisela Duarte, de 34 anos. Moradora do Recife, no fim de 2015 ela viu a mãe, Dulcimar, de 72, morrer vítima de dengue hemorrágica. Sete meses depois, o sobrinho recém-nascido, Gustavo, foi diagnosticado com microcefalia por zika. Casada há pouco mais de um ano, Gisela decidiu adiar qualquer plano de gravidez. “Vivemos um verdadeiro pesadelo provocado pelas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.” Levantamento do Ministério da Saúde indica que 1.496 cidades brasileiras ainda estão em situação de alerta ou de risco para surto de dengue, zika e chikungunya – doenças causadas pelo

PORQUE SINANTRÓPICOS E NÃO PRAGAS

Nossa atividade profissional tem se mantido fiel a conceitos, denominações, critérios muito antigos e tem uma grande dificuldade de se adequar às novas formas de se expressar. Conceitos que ficam muito tempo arraigados em nossa cultura são difíceis de serem removidos. É claro que é uma mudança de atitude, de conceitos, de cultura. Mas temos que estar abertos a novas considerações. Dentro deste princípio temos: controle, pragas, pragas urbanas, controle de pragas, praguicidas, dedetizadoras, dedetizadoras, manejo integrado de pragas e assim vai. Já faz algum tempo ouvindo uma propaganda da TIM, por sinal a TIM faz propagandas geniais e que me chamou atenção porque abordava uma questão que est

Prefeitura emite alerta para escorpião amarelo após criança ser picada

A prefeitura de Porto Alegre emitiu alerta epidemiológico, nesta quinta-feira, sobre os riscos do veneno do escorpião amarelo (Tityus serrulatus), que pode levar a morte. Em outubro, uma criança de cinco anos foi picada pelo animal e, graças a agilidade do atendimento, foi salva. De acordo com a Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS), os riscos de morte são maiores para crianças de 0 a 9 anos, idosos e imunocomprometidos. A criança foi picada pelo escorpião no bairro Lomba do Pinheiro, zona Leste de Porto Alegre. A prefeitura pede atenção aos moradores da região. Em caso de picadas, a vitima deve ser encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro (HPS). A A Secretaria da Saúde indica a

Flórida confirma morte por raiva de pessoa mordida por morcego

Miami – As autoridades de saúde da Flórida confirmaram a morte por raiva de uma pessoa que provavelmente contraiu a doença ao ser mordida por um morcego, informou nesta segunda-feira a imprensa local. Os únicos dados divulgados sobre a pessoa dão conta de que ela morreu no condado Highlands, no centro da Flórida, e que não procurou tratamento médico depois de ser mordida. Segundo o Departamento de Saúde da Flórida, no estado o vírus da raiva está presente em animais selvagens, como guaxinins e morcegos, e pode ser transmitido destes para animais domésticos não vacinados contra a doença, o que significa um risco de contágio para os humanos do seu entorno. “É importante evitar contato direto c

Casos de chikungunya aumentam 203,2% no Piauí este ano

Os casos de dengue no período de 01 de janeiro a 01 de novembro deste ano tiveram uma redução de 3,2% comparado ao mesmo período do ano passado. Em 2017 foram constatados 4.918 casos em 101 municípios piauienses. Os casos de Zika também registraram uma diminuição no mesmo período, registrando apenas 157 casos este ano, em 2016 foram constatados 216 casos da doença. Já os casos de chikungunya continuam em alta, foram registrados 6.216 casos no Piauí, provocando um aumento de 203,2% comparado a 2016. Os municípios piauienses com maior número de casos da doença por 100 mil habitantes são as cidades de Francinópolis, Cajueiro da Praia, São Raimundo Nonato, Várzea Branca e Luís Correia. O epidemi

Aquecimento global melhorou capacidade do Aedes de transmitir dengue

Relatório “Lancet Countdown” analisa os impactos das mudanças climáticas sobre a saúde humana e revela que o aumento da temperatura tem levado a uma redução na produtividade no trabalho, a um aumento no número de desastres climáticos e na capacidade de transmissão de doenças por mosquitos Relatório “Lancet Countdown” revela que a capacidade do Aedes aegypti de transmitir dengue aumentou, globalmente, 9,4% desde 1950 como resultado do aumento das temperaturas. Reuters As mudanças climáticas já são uma das principais urgências de saúde pública no mundo e ameaçam minar os avanços dos últimos 50 anos no setor. O aumento da temperatura tem levado a uma redução na produtividade no trabalho, a um a

Posts Recentes
Arquivo
 
 
 
Procurar por tags
Siga-nos
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

‘‘Quem faz o melhor, faz a diferença.’’

Rodovia PE 53, S/N - Sítio Mojolo Km 25, Feira Nova-PE - CEP 55.715-000

TELS.: (81) 3117.1000 | (81) 3117.1014 - Email: chemone@chemone.com.br

VISITANTE Nº:

© 2020 - CHEMONE INDUSTRIAL QUIMICA DO NORDESTE EIRELI.

CNPJ 03.251.289/0001-00

POR:
ADMA_ÍCONE_GRAFITE.png