POR CONTA DA CHUVA, VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE TRÊS RIOS, RJ, ALERTA MORADORES SOBRE LEPTOSPIROSE

21.12.2017

Fonte:

AGENTES PERCORREM OS BAIRROS PARA CONSCIENTIZAR MORADORES SOBRE ACÚMULO DE LIXO.

 

Por conta da chuva, vigilância sanitária de Três Rios alerta moradores sobre leptospirose

 

A temporada de chuva de verão começou e em Três Rios, RJ, foi aceso o sinal de alerta com relação à leptospirose. A doença é transmitida pela urina do rato e é disseminada com ajuda da água da chuva.

 

De porta em porta, os agentes da Vigilância Sanitária levam duas coisas: o veneno de combate aos ratos e também informação. Na casa do Donizete, no bairro Purys, um dos que mais sofrem com a infestação dos roedores, é grande a preocupação com a doença.

 

"Minha filha esteve na Cidade Nova, apareceu um rapaz que pegou essa doença. Aí foi para o hospital, ficou até isolado lá, um tempão. Agora que saiu", contou o porteiro Donizete Isabel Ancelmo.

 

O Leandro perdeu um amigo por causa da leptospirose. "Acho que foi o xixi do rato que contaminou ele. Quando foi descobrir já era tarde demais", comentou o morador.

 

Segundo a Secretaria de Saúde, foram dez notificações da doença em 2017. Nenhuma delas foi confirmada. Em todo o Estado, já são 70 casos confirmados. Metade se comparado ao ano passado. Mas é durante a temporada de chuva que o número de registros aumenta.

 

Segundo o médico Luiz Carlos de Olvieira, a doença resulta de uma bactéria presente na urina do rato e se propaga com mais facilidade com a água da chuva. "Os rios transbordam, as águas entram em contato com o esgoto e são espalhadas pela cidade. A pessoa em contato com essa água pode pegar a doença. Principalmente as crianças que gostam de brincar e de nadar na água da chuva".

 

Os sintomas são fáceis de serem confundidos com o de outras doenças.

 

"Dor de cabeça, náusea, vômitos e etc... Só numa fase mais grave é que a pessoa tem hemorragias, dispinéia e falta de ar, tem icterícia e pode entrar em coma", explicou o médico.

Para minimizar os riscos de contaminação, a prefeitura intensificou a campanha de prevenção que faz ao longo do ano.

 

"De orientar o morador do município da forma correta que ele tem que trazer o seu quintal. Se você acumular o lixo de forma desordenada dentro de casa, tudo vai acontecer, vai aparecer o rato, a barata. A vigilância vem orientar a população, estar junto com a população para que a gente possa fazer um bom trabalho", explicou o coordenador de vigilância ambiental de Três Rios, Jeferson dos Santos.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

RN TEVE 2,3 MIL PICADAS DE ESCORPIÕES

04.01.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

15.10.2019

Please reload

Arquivo