Infestação de piolhos de pombos deixa bloco da UFU interditado e alunos sem aula em Uberlândia.

23.05.2018

Algumas salas do curso de Odontologia, dois laboratórios e o Hospital Odontológico tiveram atendimento interrompido. Bloco 4L passa por limpeza.

 

Bloco 4L fica no campus Umuarama (Foto: Bárbara Almeida/G1)

 

Uma infestação de piolhos de pombos resultou no fechamento do Bloco 4L do campus Umuarama, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), nesta segunda-feira (21) em Uberlândia.

 

De acordo com a assessoria de comunicação da UFU, algumas salas de aula do curso de Odontologia, dois laboratórios e o Hospital Odontológico tiveram atendimento interrompido para limpeza e dedetização.

 

O bloco fica fechado até terça (22), voltando à normalidade na quarta-feira (23).

 

Piolho do pombo é um ácaro que habita as aves silvestres, tanto pombo, pardal e outras aves (Foto: Reprodução/EPTV)

 

PIOLHO DE POMBO

 

O piolho do pombo é um ácaro que habita as aves silvestres, tanto pombo, pardal e outras aves. Ele transmite uma patologia chamada dermatozoonose, que é alergia à picada de inseto. Essas lesões são semelhantes à picada de formiga. Em contato com a pele pode provocar vermelhidão, coceira e pequenos inchaços, semelhantes à picada de mosquitos.

 

O piolho de pombo se alimenta do sangue de pássaros, aves e também de humanos. Ele não é como o piolho comum que gruda nos cabelos e até se reproduz ali. Esse tipo fica nos ninhos dos pombos ou nas paredes, mesas, janelas e gosta de pele. Por isso, a coceira pelo corpo. No lugar da picada forma uma coceira que não cura sozinha, apenas com tratamento médico. A indicação é que se alguém for picado pelo ácaro deve procurar um dermatologista.

 

Aulas são suspensas após infestação de piolho de pombo em bloco da UFU.

 

ORIENTAÇÃO SOBRE POMBOS

 

De acordo com a Prefeitura de Uberlândia como os pombos são animais silvestres, protegidos pela Lei Federal nº 9.605/1998, o Programa de Vigilância Ambiental em Saúde executa um trabalho de orientação e prevenção na cidade.

 

Quando ocorre algum problema a respeito de pombos, equipes atendem solicitações, apresentando soluções para a diminuição da oferta de alimento e abrigo às aves, bem como técnicas de bloqueio dos locais onde os pombos possam criar ninhos.

 

Para mais informações, os interessados devem entrar em contato com o Serviço de Informação Municipal (SIM), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, pelo telefone (34) 3239-2800 ou pelo canal online no portal da Prefeitura de Uberlândia.

 

Por Bárbara Almeida, G1 Triângulo Mineiro

Fonte: www.g1.globo.com

 

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

RN TEVE 2,3 MIL PICADAS DE ESCORPIÕES

04.01.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload