PERNAMBUCO CONFIRMA PRIMEIRA MORTE POR LEPTOSPIROSE EM 2019 DE ACORDO COM A SECRETARIA DE SAÚDE, VÍTIMA É UM HOMEM DE 41 ANOS, MORADOR DE JABOATÃO. EM 2018, FORAM 11 MORTES PELA DOENÇA.

10.04.2019

Secretaria de Saúde de Pernambuco fica no Bongi, na Zona Oeste do Recife

Foto: Reprodução/Google Street View

 

A Secretaria de Saúde de Pernambuco teve a primeira confirmação de óbito por leptospirose do ano no estado. O boletim, divulgado nesta terça-feira (2), aponta que a vítima foi um homem de 41 anos, morador de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. Em todo o ano de 2018, segundo a secretaria, foram 11 mortes pela doença.

 

A morte ocorreu no dia 18 de janeiro e o laudo médico aponta para leptospirose. Até o dia 30 de março, foram notificados 112 casos da doença em Pernambuco, sendo 15 confirmados, 32 descartados e 65 ainda em investigação, segundo a secretaria.

 

No mesmo período de 2018, foram 176 notificações da doença e 42 confirmações. Em todo ano de 2018 foram notificados 839 casos, entre 207 confirmações e 11 mortes.

 

A Secretaria de Saúde de Jaboatão dos Guararapes esclareceu que foi notificada sobre o óbito no dia 28 de março. Como ocorre nesses casos, foi feita a desratização na residência da família da vítima e na área do entorno do imóvel. Apesar de o laudo médico apontar para leptospirose, a família da vítima informou à Secretaria de Saúde de Jaboatão que o homem estava hospitalizado no Recife por outros problemas de saúde. Com isso, a secretaria municipal vai investigar o caso para apurar a possibilidade de erro no diagnóstico inicial.

 

LEPTOSPIROSE

 

O contágio ocorre por meio do contato da pele com água suja ou lama. Entre os sintomas da doença, estão febre, dor de cabeça, dor muscular (principalmente nas pernas, na área das panturrilhas), que podem surgir até 30 dias após o contato com a água ou lama. Também podem ocorrer vômitos, diarreia e tosse.

 

Nas formas graves da leptospirose, podem aparecer icterícia (pele olhos amarelos), sangramento e alterações urinárias.

 

No caso de contato com água contaminada, a indicação é higienizar a área afetada, com água limpa e sabão. A Secretaria de Saúde recomenda que os reservatórios de água sejam desinfetados com água sanitária, na proporção de um litro do desinfetante para cada mil litros de água do reservatório.

 

Fonte: g1.globo.com

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

RN TEVE 2,3 MIL PICADAS DE ESCORPIÕES

04.01.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

15.10.2019

Please reload

Arquivo